terça-feira, 25 de janeiro de 2011

MAIS DE DEUS!!!




QUEM NÃO FOI PERDEU!
O EVENTO FOI UMA BENÇÃO,MUITAS VIDAS RENDIDAS AOS PÉS DO SENHOR!
E QUE VENHA O MAIS DE DEUS 2012,SE DEUS QUISER NÃO PERCO MAIS NENHUM.

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

O TRIGO É ESMIUÇADO!!!


O trigo é esmiuçado. (Is 28.28.)
Muitos de nós não podem servir de alimento para saciar a fome do mundo, porque precisam ser ainda partidos nas mãos de Cristo. "O trigo é esmiuçado".
 A bênção de Cristo muitas vezes significa sofrimento, mas mesmo o sofrimento não é preço alto demais a se pagar pelo privilégio de trazer bênção a outras vidas. O que há de mais precioso no mundo hoje veio-nos através de lágrimas e dor. — J.R.Miller
Deus me tornou em pão para os Seus eleitos, e se for necessário que o pão seja moído nos dentes do leão para alimentar os Seus filhos, bendito seja o nome do Senhor. — Inácio
"Para que possamos nos dar inteiramente, é preciso que sejamos consumidos. Nós cessamos de ser bênção, quando cessamos de sangrar.""A pobreza, a necessidade e a desventura têm levado muitas vidas a atos de heroísmo moral e grandeza espiritual. A dificuldade lança um desafio à energia e perseverança. Ela apela para as mais fortes qualidades da alma. Nos relógios antigos, eram os pesos que os conservavam funcionando. Muitos pés-de-vento têm sido utiliza­dos para levar embarcações ao porto. Deus envia as dificuldades, como um incentivo à fé e à ação.
"Os mais ilustres homens da Bíblia foram esmiuçados, trilha­dos, moídos e transformados em pão para o faminto. Abraão é conhecido pelo título de 'pai dos crentes'. Isto porque ele obteve o primeiro lugar na escola da aflição e da obediência."Jacó sofreu severas moeduras. José foi trilhado e padejado, e teve que suportar a cozinha de Potifar e a prisão do Egito antes de ir para o trono."Davi, caçado pelos montes como uma perdiz, cansado e alquebrado, com os pés feridos, foi triturado e transformado em pão para um reino. Paulo nunca, poderia ter sido pão para a casa de César se não tivesse passado pela moedura, açoites e apedrejamento. Ele foi moído até tornar-se em farinha da mais refinada qualidade para a família real."
"Tal combate, tal vitória. Se Deus tem determinado para nós grandes aflições, estejamos certos de que no Seu coração Ele nos tem reservado um lugar muito especial. O crente grandemente atribula­do é uma pessoa eleita."

Extraído do Devocional Mananciais no Deserto - Lettie Cowman

sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

ALICERCES!!!


"O Deus de toda graça... o porá sobre firmes alicerces (1 Pe 5.10)
 
Moro no segundo andar de um prédio, ao lado de um hotel que está sendo ampliado. Todos os dias observo pela janela do quarto a evolução do trabalho e cada um dos passos da contrução. Primeiro, o local foi definido e a terra aplainada. Depois o terreno passou por um processo de consolidação. Em seguida, areia e cimento foram usados para preparar o lugar onde serão colocados os alicerces do prédio. Nesta semana começaram a ser assentados, dando idéia do tamanho do novo prédio. Observando os trabalhadores, percebo como a tarefa requer deles grande paciência e cuidado. Na leitura de hoje, destinada a cristãos que enfrentavam grandes perseguições, o conselho de Pedro é que eles permanecessem firmes na fé, pois o sofrimento é comum entre todos os critãos. Meditando sobre o versículo 10, onde se lê que, depois do sofrimento, Deus restaurará, confirmará, dará forças e porá sobre firmes alicerces os seus filhos, imediatamente lembrei-me da construção do hotel. Em seguida, um versículo de Paulo saltou à minha mente, esclarecendo ainda mais o que Pedro diz. Paulo afirma que somos edifício de Deus (1Co 3.9b) e, para sermos bons edifícios, precisamos passar por todas as etapas de construção. Pedro descreve o processo: Deus nos restaurará, preparando-nos como o terreno para o prédio que vai ser construído. Depois nos confirmará, ou seja, nos dará firmeza. Então haverá o momento de recebermos forças, sustentados sobre o alicerce, que é o próprio Senhor Jesus Cristo (1Co 3.11). Tudo isso o construtor precisa executar com grande paciência e cuidado. Ele não pode omitir nenhuma das etapas, ou o projeto final correrá o risco de desabar. Somos edifícios de Deus, construídos de acordo com o tempo e a vontade dele. Depois de bem alicerçados, poderemos assentar um a um os tijolos que comporão o seu projeto para nossa vida.
 
Deus nos oferece o alicerce e as instruções para construirmos bem a nossa vida.
 
Fonte: Pão Diário.

quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

LEÃO DE JUDÁ!!!


Não chores; eis que o Leão da tribo de Judá, a Raiz de Davi, venceu… (Apocalipse 5:5)

Os leões preguiçosos da reserva de caça Masai Mara do Quênia pareciam inofensivos. Rolavam de costas por entre os arbustos rasteiros. Esfregavam suas caras nos galhos como se estivessem tentando pentear suas jubas magnificentes. Bebiam despreocupadamente em um riacho. Caminhavam vagarosamente pelos campos secos e ressequidos como se tivessem todo o tempo do mundo. A única vez em que vi seus dentes foi quando um deles bocejou.
            Entretanto, essa aparência serena é enganosa. A razão de poderem estar tão à vontade é que não têm nada a temer – sem falta de alimentos e sem predadores naturais. Os leões parecem preguiçosos e indiferentes, mas são os mais fortes e ferozes animais. Um rugido faz todos os outros correrem para salvar suas vidas.
            Às vezes, parece que Deus está inerte. Quando não o vemos trabalhar, concluímos que não está agindo. Ouvimos as pessoas escarnecerem de Deus e negarem Sua existência, e nos perguntamos ansiosamente, por que motivo Ele não se defende. Deus nada tem a temer “… não se espantam das suas vozes, nem se abalam pela sua multidão” (Isaías 31:4). A um rugido Seu esses difamadores sairão a correr, espalhados como roedores.
            Se você questiona por que Deus não fica ansioso quando você está, saiba que Ele tem tudo sob controle. Ele sabe que Jesus, o Leão de Judá, triunfará.


Com Deus no controle, nada temos a temer.